Detalhes do Post

Entenda as diferenças entre condomínio e loteamento fechado

Entenda as diferenças entre condomínio e loteamento fechado

Entenda as diferenças entre condomínio e loteamento fechado

 Enquanto no primeiro toda a área pertence aos moradores, no segundo os espaços comuns são considerados públicos                    

 No condomínio, todo o terreno pertence aos moradores, se diferenciando apenas os espaços privados do de uso comum, coletivo (cada morador tem uma fração dele). Nesse caso, há cobrança da taxa de manutenção mensal e o local é de entrada restrita. Já nos loteamentos, apenas a área do lote é de quem mora. As demais, são subordinadas à prefeitura do município.

 O acesso de pessoas estranhas deve ser controlado, mas não proibido, pois as ruas internas são públicas, explica o diretor jurídico da Associação das Administradoras de Bens Imóveis e Condomínios de São Paulo (AABIC), José Roberto Graiche Júnior.

Nos condomínios, para cada tipo de obra é necessário fazer reunião e respeitar o quórum (número mínimo de moradores que aprovam) previsto na legislação. Nos loteamentos, não existe essa necessidade.

 Em loteamentos pode ser criada uma associação, com objetivo de elaborar um regulamento aprovado por todos. “Nos loteamentos, a iluminação e as ruas, por exemplo, são mantidas pela prefeitura. Mas a portaria fica sob responsabilidade dessa associação”.

 Segurança

O loteamento é mais seguro do que um bairro aberto, mas tudo depende da forma de segurança contratada. Mesmo não podendo proibir a entrada de qualquer pessoa, o loteamento deve  possuir controle e vigilância maiores.

 

Fonte: ZAP em Casa Autor ZAP em Casa